Pular para o conteúdo principal

Apenas 1 hora de despedida, protocolo rigoroso para o tratamento de cadáveres

Em todo o mundo não há funerais, aqui em São Paulo, os enterros e velórios o número máximo de pessoas foi restrito a 10 pessoas, com duração máxima de 1 hora.

Flavio Lo Scalzo - Cremona  - Italia

No post anterior alertamos o alto risco de contagio em velórios, e a recomendação das autoridades de evitar ao máximo aglomerações. Especificamente nesta situação para evitar o contagio entre familiares.

Nesta nesta quinta-feira (19/03),  foi publicado no Diário Oficial, o decreto assinado pelo prefeito Bruno Covas, com as medidas.

Em qualquer local que o coronavírus tenha atingido, independentemente de cultura ou religião, rituais antigos para homenagear os mortos e confortar os enlutados estão sendo abreviados ou descartados pelo medo de aumentar o contágio.

As autoridades de Wuhan, o epicentro da epidemia na China e o local da maioria das mortes, identificou rapidamente o negócio dos funerais como uma fonte de transmissão em potencial.

Os mortos pelo coronavírus não podem ser enterrados onde seus parentes desejam ou mesmo terão direito a uma cerimônia de despedida, depois que o governo da china emitiu neste domingo (2) um protocolo rigoroso para o tratamento de cadáveres, como parte de seus esforços para controlar o surto.

Também na Espanha uma grande leva de casos foi ligada a um funeral em Vitória, cidade do norte, no final de fevereiro. Ao menos 60 pessoas que estiveram presentes foram diagnosticadas após o evento, segundo reportagens da mídia local.

Na cidade de São Paulo, velórios só podem durar uma hora e reunir até 10 pessoas, mantendo a distancia mínima de 1 metro entre elas. As medidas valem enquanto a cidade estiver em estado de emergencia.

Estamos apurando se ha recomendação para a lacração da urna funerária ou se haverá algum protocolo para o tratamento de cadáveres na cidade de São Paulo, no caso de mais óbitos pelo coronavírus. O Serviço Funerário não se manifestou.


Compartilhem e comentem, há pessoas que somente se mobilizam quando percebem o risco de perder a própria vida.


Obrigado.

Fonte: Prefeitura de São Paulo Decreto assinado pelo prefeito Bruno Covas foi publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (19/03)
http://www.capital.sp.gov.br/noticia/situacao-de-emergencia-prefeitura-de-sao-paulo-adota-medidas-para-evitar-disseminacao-do-coronavirus

https://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2020-03/vitimas-do-coronavirus-sao-enterradas-sem-funerais-em-todo-o-mundo

https://exame.abril.com.br/mundo/china-proibe-velorios-e-enterros-apos-mortes-por-coronavirus/


Postagens mais visitadas deste blog

Coronavírus - Como se proteger em velórios

Mãos ao rosto é o gesto mais visto em velórios, e é também o principal meio de transmissão do COVID-19. Mais afinal como se despedir sem correr o risco de contrair o novo Coronavírus? As recomendações das autoridades no assunto é que se evite aglomerações. Neste sentido até o momento não houve proibição na para a realização de velórios, contudo a responsabilidade de cada indivíduo pela preservação de sua própria vida e dos demais é o que dita a regra neste momento. Não vá!  Se você pertence a algum grupo de risco, está proibido e não deverá comparecer. Se você não for próximo, ou apenas acha que deveria ir para cumprir formalidades, é melhor não ir, encontre maneiras alternativas de se despedir da pessoa. Reduza ao máximo o tempo de exposição.  Caso realmente necessitar ir a um velório, esteja ciente do alto risco que corre, seja breve, planeje suas frases de conforto aos familiares e procure chegar próximo ao horário do enterro ou cremação. Evite cumprimentos.  Natural

Revelado os 5 Monumentos que são Túmulos disfarçados

O túmulo é o local onde são colocadas as pessoas quando elas morrem. Ele varia de forma e tamanho e pode representar uma homenagem póstuma para que a pessoa que partiu possa ser lembrada.   Mas existem alguns monumentos que são tão incríveis que você com certeza não imaginaria que fossem túmulos até alguém lhe contar.   Neste artigo vamos mostrar cinco túmulos impressionantes e contar algumas curiosidades interessantes sobre eles.   1.Taj Mahal   É um belíssimo mausoléu que foi edificado no século XVII a mando do imperador mongol Shan Jahan para honrar a memória de sua terceira esposa, Aryumand Banu Begam.   Era uma princesa persa e a esposa que ele mais gostava. Ela morreu em 1631 ao dar a luz ao 14º filho do casal. Sua morte abalou Jahan que quis homenageá-la mandando construir um luxuoso mausoléu que levou 20 anos para ser finalizado.   Sepultado no mausoléu além de Aryumand se encontra Jahan que morreu no ano de 1666. Esse mausoléu se encontra na cidade de Agra

Porque Quarta Parada?

Cemitério da Quarta Parada ou Cemitério do Brás foi fundado em 6 de janeiro de 1893, está localizado no Distrito do Belém, entre os distritos do Tatuapé, Água Rasa e Moóca, em São Paulo. Sua área compreende aproximadamente 183 mil metros quadrados e tem cerca de 400 mil pessoas sepultadas, entre elas personalidades como o apresentador  Jacinto Figueira Junior conhecido como o Homem do Sapato Branco,  Jacinto Figueira Junior o músico Arnaldo Rosa do grupo Demônios da Garoa, Ex presidente do Corinthians Vicente Mateos Valle, O nome Quarta Parada deriva da linha férrea (hoje desativada), que se desenvolveu no local à partir do século XX oriunda do desenvolvimento da imigração européia (italianos, espanhóis e portugueses) em São Paulo. O trem fazia no local a sua quarta parada durante o percurso em direção ao Município de Cachoeira Paulista. A fundação do Cemitério da Quarta Parada foi realizada após a do Cemitério da